Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
postado por Hellz. em 24 outubro 2016

Eles dizem que tudo bem você se machucar, contanto que ninguém o veja

Esses dias eu andei com a ansiedade atacada em níveis acima da lua. Comecei a cutucar loucamente qualquer relevo do rosto, cutícula levantada ou lugares estrategicamente escolhidos da cabeça. Resultado: O meu rosto tá todo estourado, meus dedos estão mais secos do que a garra de um gavião e a cabeça cheia de crateras. Minha mãe tem se incomodado muito com a consequência do rosto cheio de espinhas que causei com essa mania frenética, ela diz que parece que tô com catapora. Nem um comentário acerca das unhas ou da cabeça. Ninguém tá vendo o resultado desse cutucado todo nesses lugares específicos, então não tem problema. Mas o rosto é a primeira coisa que todo mundo vê, então automaticamente torna-se inaceitável.

Porque eu ando ansiosa? Sinceramente não sei (e quem descobrir, ofereço recompensa se me contar :B HAHAHA). Na verdade, eu acho que ostento a ansiedade desde enquanto eu ainda era um feto, infelizmente. Na infância eu lidava com ela quebrando objetos que estivessem ao alcance – e que ninguém pudesse notar a falta, e com o xixi na cama. Na adolescência eu lidava comendo e me escondendo de todo mundo atrás do computador. Na segunda e eterna infância (a qual eu vivo Q) eu lido com a junção de tudo isso e um plus de  ser um desastre completo HAHAHAH.

Isso me fez perceber que ninguém realmente se incomodava em sanar esse problema ridículo que veio como defeito de fábrica da Hellz. Ninguém dava falta dos objetos, o colchão era posto pra lavar, a gordurinha acumulada com a compulsão era advinda de tendência de engordar, o computador era característica antissocial. Os arranhões que eu infligia a mim mesma em dias de crise eram brigas com o gato. A hipocondria era frescura, se não desse atenção passava.  O medo de dormir era desculpa. Cada sintoma, uma resposta pronta em que nunca se citava a causa real: A danada da ansiedade. Coisinha simples, mas que pode acovardar até um leão.

Percebe quantos sinais o corpo dá? O quanto a minha ansiedade e a de várias outras pessoas poderia ser diminuída em níveis astronômicos se os pequenos gritos de socorro fossem atendidos a tempo? Não só a ansiedade propriamente dita, mas também outras "amigas" como a depressão, a autocrítica desenfreada, a busca da perfeição que machuca, os cortes que se faz na pele pra sentir a dor que tá no peito de forma palpável, os distúrbios alimentares, o ódio a si mesmo, a baixa alto-estima e por aí vai... Mas é aquela coisa: Se o seu sintoma não te deixa feio, te mantêm funcional no cotidiano e não te faz ter necessidade de internamento por representar perigo à sociedade, tá tudo de boas. Se machuca à vontade!

O maior trunfo e dádiva de ser um ser humano (? OI é a de poder cuidar um do outro. As vezes descentralizar a sua visão e tentar alcançar além das redes sociais e das aparências pode mudar todo o curso do caos de alguém. É preciso exercitar a sensibilidade, enxergar através das máscaras sociais. Por debaixo delas tem um indivíduo feito de carne, osso, ansiedade, dor e sonhos igualzinho a você e ele nem almeja que você resolva quaisquer problemas que ele tenha, só precisa de alguém disposto a ouvi-lo e, de volta, receber: “Eu te entendo, de coração. Você não é louco. Conta comigo”.

Que dinheiro,viagens, compras, passeios, adquirir aquele objeto que se sonha por muito tempo é bom, é sim. Mas nada substitui o remédio pra alma mais poderoso que é o acolhimento, a atenção, a palavra dedicada a si. Faz bem não só pra quem recebe, mas pra quem o faz também. 

Mesmo que a ansiedade não cause fraturas expostas, aqui a gente só quer dizer a você: Eu te entendo. Eu sei como é. Não se machuque mais, nem mesmo no escuro quando ninguém estiver vendo.





57 comentários:

  1. Eu tb sofro de ansiedade e sei o quanto é dificil, concordo com sua opinião sobre acolher e dar atenção as pessoas que sofrem desse problema e outros problemas psicológicos. Belo texto!

    Beijos
    Maki & Vana
    http://ourpinkunicorns.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu sou muuuuuito ansiosa e fico assim do nada, assim como você!
    Sim, se você parece aparentemente bem, as pessoas acham que você não tem nada, mesmo que seja tudo interno. Às vezes penso que as pessoas podem demostrar como estão através de um olhar, mas como ultimamente são poucas as pessoas que tem interesse em conhecer os seus amigos de verdade... Você já viu!
    Adorei o texto ❤️

    http://makingcolorfilm.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu também tenho crises de ansiedade e entendo perfeitamente como você se sente. O mais chato é isso mesmo, ver que a maioria das pessoas não tá nem aí pro problema e sim pro que você aparenta ser/estar. Infelizmente a gente já foi meio que ensinado a pensar dessa forma, né? :/
    Beijos
    www.infinitafeminice.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Hellz!
    Até me emocionei com o seu texto. Também sofro com ansiedade. Meu caso é até pior pois manifesto principalmente dor de estomago e falta de apetite, então ninguém percebe mesmo. Atualmente está tudo bem, mas já passei por poucas e boas por conta dela. Uma coisa que me ajudou muito foram as praticas de atenção plena. Minha psicologa trabalha com essa práticas (lembra um pouco meditação) e é ótimo. Se me permite, recomendo o livro tenção Plena: Mindfulness - Mark Williams. Ele explica tudinho como funciona e vem com um cd de práticas.
    Bjs e melhoras :)
    EntreLinhas Fantásticas

    ResponderExcluir
  5. Oi, Hellz!

    Entendo! Minha grana também anda curta. E eu só choro nos lançamentos de beleza! hahaha!

    É como você falou: normalmente se não tem alteração física as pessoas tendem a achar que é frescura. Não conseguem entender que o que está adoecido é o interior! Bacana você escrever esse post, pois pode ajudar demais alguém que procura por uma palavra amiga!

    Ótima segunda!

    Beijo! ^^

    ResponderExcluir
  6. Migs, eu me lembro bem de ter lido algo assim em Como Ser Mulher (se não me engano) na parte em que ela fala que. diferente de ser drogada, ser gorda é um vício aceitável na sociedade, porque você continua fazendo tudo "normalmente" então tá "tudo bem". É complicado. É muito mais fácil fechar os olhos e fingir que tá tudo certo do que realmente resolver o problema, então continuam com essa farsa de "é frescurinha" "vai passar logo", e isso só vai piorando, infelizmente. Ainda bem que existem relatos como o seu nessa maravilhosa internet. Porque precisamos saber que sim, tem gente que também passa por isso e que pode ser resolvido de verdade, não com mentiras e paliativos.
    Adorei seu texto, mesmo. Sei um pouquinho do que você passa, me lembro de você me falando o quão difícil é escrever um post em certos momentos. Sabe que eu sou meio trouxa mas tô aqui pro que der e vier, né? Tamo junta o/\o
    Beijos!

    claramenteinsana.com

    ResponderExcluir
  7. Ansiedade é bicho triste, principalmente quando ela vem assim de mansinho e a gente nem sabe porque ela apareceu.
    Eu já tive problemas de estomago por causa da ansiedade, e eu só dizia para o médico: Eu ansiosa? que nada! Muito triste quando a gente não consegue ver o problema kkkk...
    Mas tudo passa.. mas essa semana me surgiram espinhas também.. meu namorado falou que eu pareço uma adolescente de novo kkkk :P

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  8. nada como alguem que nos entende, eu tenho crises de ansiedade bem fortes tbm contra as quais estou constantemente lutando :/

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  9. "O quanto a minha ansiedade e a de várias outras pessoas poderia ser diminuída em níveis astronômicos se os pequenos gritos de socorro fossem atendidos a tempo?"
    MOLIER QUE FRASE FOI ESSA? Amei? Adorei? Achei tudo?
    Basicamente define a minha vida, simples assim. Recentemente eu tive o maior ataque de ansiedade da minha vida que chegou no extremo de ter que abafar gritos, e tava difícil falar disso, então o corpo joga aqueles sinais marotos pra ver se a galera percebe.
    O que acontece? Não acontece! Mas comigo aconteceu logo depois e agora tá me salvando devagarzinho =D
    É impressionante como a gente CRIA espinhas quando tá ansiosa, né? Às vezes os poros tão lá, meio que de boa, aí a gente cutuca e cutuca até virar um vulcão. Nossa, eu entendo esse seu post todo, daria pra comentar cada segundo dele, socorro!

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bom?
    Eu também tenho problema com ansiedade e eu fico puxando cabelo e chorando e nesses dias eu não consigo dormir e eu choro apenas por não consegui dormir. Eu teto recuperar isso fazendo algo produtivo de madrugada, mas acabo não conseguindo ver nada.
    Mas as minhas não são nada como as suas, quando falei para minha mãe que estava com problemas para dormir ela falou que era pq eu bebia muito café, mas não é, a gente tenta resolver, busca ajuda mas somos tratados como nada.
    Estou torcendo para você melhorar, viu? Pode contar com a gente da blogosfera, pq a maioria aqui te entende. Beijão <333

    Sessão Proibida

    ResponderExcluir
  11. Nossa, amei o texto!! Adorei a sua sensibilidade com o assunto.

    Beijos ♥

    Jéssica || Fashion Jacket
    www.fashionjacket.com.br

    ResponderExcluir
  12. Eu te entendo. Eu sei como é. Não se machuque mais...

    Só isso que tenho pra te falar sobre tudo que li. Algumas coisas me doeram no peito por lembrar que, sim, eu já passei por algumas dessas coisas também.

    Estou aqui viu. ♥


    Beijos,
    Blog Gaby DahmerFanpageInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  13. Toda doença psicológica e de fundo emocional não é vista como algo muito grave. As pessoas acham que é frescura e não é nada demais. Quando fico mal não consigo comer, já sou magra e se não como passo mal. É bem complicado. E também fico cutucando as cutículas. Espero que você fique bem e qualquer coisa é só falar comigo porque te entendo.
    Bjus!

    galerafashion.com

    ResponderExcluir
  14. Também sou extremamente ansiosa mas nunca cheguei a me machucar Hellz, fisicamente.. Meu mal é a insônia, por eu ser muito ansiosa vou dormir e minha cabeça fica ali, funcionando, pensando em mil e uma coisas.. Ansiedade é um problema sério.. Mas quando ela começa a virar algo que te faz querer se machucar, se cortar, pode estar um pouco associada com a depressão também.. Em alguns casos, mas nada melhor do que um abraço, pessoas sinceras ao nosso redor e que tentam nos fazer felizes, nos fazer se sentir bem e confiante.. Que enxergam o nosso problema, sabem que não estamos bem e são capazes de procurar ajuda para nós caso seja preciso.. Beijokas :)

    ResponderExcluir
  15. Aiiii Hellz, eu tenho o MESMO problema! E acho que a minha mãe vive com a tua hahaha eu tenho a pele do rosto HORRÍVEL, é só ficar um pouco ansiosa (o que não é NADA difícil) que já começo a cutucar e fico toda errada (minha mãe tbm já falou isso da catapora, HI5!). Mas é tudo resultado da frustração com a vida, principalmente a faculdade. Quando estou mais de boas a pele fica uma maravilha. Sou extremamente ansiosa e isso só me ferraaaaa que droga. (segue desabafo) há uns anos atrás eu ficava TÃO nervosa com provas que eu sentava na cadeira e não conseguia LER o que tava escrito, ficava me sentindo tonta e mal, e era tudo psicológico. Até que um dia eu simplesmente resolvi que não dava mais pra ser assim, que tudo bem se eu me ferrasse, porque não era o fim do mundo, e melhorei. Às vezes ainda fico meio blé assim, mas sério tava num ponto que não dava mais. E parece que todo mundo em volta acha que é frescura. Daí resolvi que eu mesma tinha que melhorar, já que nada ajudava. E nooossa como melhorou. Mas ainda sou a criatura mais ansiosa que eu conheço (não vamos brigar, okay? hahaha)
    Sempre me identifico com os teus textos, fico refletindo. Somos gêmeas hahaha qualquer coisa tamos aí, se não der pra se ajudar vamos ser depressivas juntas pq sempre resta essa opção hahaha
    Beeeeeijo!! https://tipsnconfessions.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Eu ando asniosa ultimamente com medo de não estar aproveitando meu tempo, minha vida e as pessoas que amo. E sim, não parece que os outros queiram ver o que agt sinta, as vezes parece que ninguem quer ouvir. Então pra ajudar eu escrevo, e você também faz muito bem em escrever, pelo menos aqui a gente se ouve né?
    dezoitoemponto.com

    ResponderExcluir
  17. Olááááá Hellz!
    Como sempre, texto escrito com total sensibilidade e propriedade que é como se estivessemos ouvindo dentro dos nossos pensamentos.
    Já fui beeeem ansiosa. Do tipo que não conseguia dormir de jeito nenhum e os pensamentos se desencontravam o tempo todo gerando mais estresse e mais ansiedade, era como um círculo vicioso.
    Daí eu desencanei tipo desencanei mesmo, pensava que uma preocupação era o mesmo que me(pre)ocupar, ocupar antes da coisa acontecer. E sei lá me precavia, assim a coisa não acontecia, mas se acontecesse eu estava preparada. Dificil escrever (não tenho esse dom rsrs)mas se eu ficava ansiosa com uma prova, estudava mas também procurava métodos alternativos de memorização e me envolvia com tabelas coloridas, papeizinhos pregados por toda a parede, gráficos e infos.
    E deixei de pensar no que me preocupava até acontecer então via o que podia ser feito e se nada pudesse ser feito, fazer o que????
    Passei a focar no presente e não lá na frente, quase uma meditação, sem meditar. Eu pensava que meditação era ter a mente vazia, não é!
    É manter ela ocupada com disciplina, eu tinha tanta dificuldade que para manter a concentração, precisava tipo fixar numa tela, numa receita, na chama de uma vela, na fumaça de um incenso, ou prestar atenção na respiração acelerada e diminuir o ritmo.
    De qualquer maneira quero que saiba, sinta-se afetuosamente abraçada xoxo
    Bjooooo enorme Luli
    Café com Leitura na Rede

    ResponderExcluir
  18. Ansiedade é mesmo uma doença silenciosa. Hellz, tente fazer um tratamento com um psicólogo ou psiquiatra, pois pode te ajudar a se livrar dessa doença. Eu tive e com ajuda desses especialistas que consegui me livrar disso.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  19. Suspeito que por estes dias tenho ansiosa...e não gosto nada da sensação...


    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderExcluir
  20. Oi, Hellz!
    Menina, eu sofro de transtorno de ansiedade, então sei bem o que você está passando. Tem dias que não durmo direito por conta disso. Fora que me rendeu um problema no estômago.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do sorteio Halloween Literário

    ResponderExcluir
  21. Oi, Hellzoca!
    Que texto incrível!
    Não sou uma pessoa ansiosa (só hipocondríaca), mas vivo com uma. Sei o quanto pode ser cruel a ansiedade.
    Que seu texto sirva de alerta para muitas pessoas que não enxergam os pequenos sinais que o corpo dá.
    :)

    Beijooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  22. Esse texto está fantástico.
    Realmente é do ser humano ser assim. Se importar somente consigo mesmo.
    Eu sempre disse que era estranha, por ser muito coração. Sempre fui de saber se meus amigos estavam bem ou não e aconselhava. Isso já com 15 anos.

    Mas depois de encontrar tantas pessoas que pensam mais nelas do que nos outros aprendi a me valorizar mais e pensar mais em mim antes de pensar nos outros.

    Ainda trato muito bem meus amigos. Mas...estranhos...sempre fico com o pé atrás.

    http://renatacaline.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Ah, também sofro isso de ansiedade, a merda é que jogo tudo na comida, como igual um leão (honrando meu signo u.u), isso é muito ruim. Pior que é assim mesmo, a gente só tá com a doença se aparentar estar doente. Eu tenho uns distúrbios (pequeeenos) de depressão, mas falar que tenho depressão é a mesma coisa que falar "Oi, to aqui de drama tentando chamar sua atenção", mas só quem lida com o problema, sabe que não é um drama. Então, posso falar real que eu te entendo, de coração. Você não é louca. Pode contar comigo ;)

    Beijos!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
  24. Adorei! Já sofri muito com ansiedade , a ponto de não dormir, de comer loucamente e as vezes nem querer fazer mais anda.
    É dificil lidar com ela, mais quando aprendemos vai melhorando!!!

    Se você for louca, tbm sou!
    Estamos ai! haha

    Beijos da Nati
    www.oxifalei.com.br
    Snap: nath.thamires


    ResponderExcluir
  25. Oi
    Menina nem sei o que dizer...
    Sofro de ansiedade mas eu desconto na comida...
    Ultimamente não tenho tido e confesso que ter começado a malhar deu uma boa melhorada ainda mais quando vemos o corpo mudando.
    Olha, tenta fazer uma coisa legal que te distraia. Sei que é fácil falar mas não se machuque, nem em lugares que não se possa ver... beijos e espero que você consiga ir superando. Pq confesso que até hoje nao superei totalmente mas que estou bem melhor do que era antes. Beijos

    http://momentosdemodaebeleza.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  26. Como sempre texto absolutamente brilhantes, não a conheço mas você me orgulha.

    Beijos
    Lua Mariano
    www.meumundodalua.com

    ResponderExcluir
  27. Olá, Hellz! Tudo bem?

    Eu espero que ansiedade tenha dada uma suavizada, afinal, também sou ansioso e sei que é algo que por mais que lutemos contra, sempre fará parte de nós. Recentemente tive uma crise e senti alguns sintomas físicos, e é complicado lidar não só com a ansiedade, mas sim com as pessoas nos recomendando ou alegando respostas prontas sobre o que passamos ou sentimos. Mas eu acredito que há pessoas que buscam nos ajudar, não serão todas as que consideramos "amigos", mas há as exceções e por nada nesse mundo devemos nos afastar delas.

    Enfim, melhoras para você, para mim e para todos que convivem diariamente ou às vezes com a ansiedade.

    Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Ansiedade quando ultrapassa a linha e faz a gente sofrer é muito ruim. E quando ninguém percebe, a não ser quando é visível, torna tudo pior. Mas tudo tem jeito, Hellz. Parece bobeira, eu sei. Mas tem sim, viu? =) Sempre tem aquela pessoa que de alguma forma, nem que seja nas entrelinhas, ajuda. O que me ajudou muito a diminuir a minha ansiedade, foi uma ida ao Psiquiatra, Hellz. Tinha um preconceito giga com esse profissional, mas vi que foi uma das melhores atitudes que tomei. A terapia também me ajudou bastante. Conversar com alguém de fora, sempre ajuda! Os remédios ajudam também, claro, mas aos poucos percebemos que pequenas atitudes podem ter grandes resultados. De verdade! Algumas pessoas próximas, muitas vezes não dão aquele apoio não por mal, mas é que não sabem como lidar muito, sabe? Ah! E uma coisa que descobri: eu nunca vou deixar de ser ansiosa, o dia a dia não deixa, mas quando ultrapassa da linha e deixa a gente mais chorando do que rindo, é sinal de que um bom profissional é muitas vezes a melhor saída. Claro que não é nada fácil, mas no final vale a pena. Enfim, Hellz, que tem o blog mais divertido do mundo e que criou a melhor hashtag do planeta, espero ter ajudado um pouquinho. Mas fica tranquila que logo logo vai passar. Tenta focar na solução, sabe? E deixa essas pessoas que não dão a mínima de verdade pra lá. Eu sei que não é fácil, mas foco na solução! ♥♥

    Beijoooo!!
    Carol
    www.pequenajornalista.com

    ResponderExcluir
  29. Oi Hellz,
    Sei bem o que é isso. Interno é sempre frescura e por fora, espanta, né?
    Não lembro o momento que ansiedade passou fazer parte da minha vida, talvez quando as iniciativas ficaram mais difíceis?
    Esse ano sei que ela já me testou várias vezes. No início do ano eu tive pitiríase por conta disso, meu corpo ficou cheio de manchas, eu nem sabia que isso existia e descobri que era por conta da ânsia. Como to desempregada, não tive condições pra pagar terapeutas então, to tentando fazer várias coisas que amo para relaxar e me conformar que tem coisas que não darão certo agora ou nunca. Sei que ajuda conversar e desabafar, estamos aqui na blogosfera para te apoiar sempre.

    tenha uma ótima quarta :D
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  30. Ansiedade e terrivel msm.. eu como sem parar e destruo minhas unhas. Mas e preciso confiar e Deus e descansar. Mas gostei do q vc falou, quando a gente se preocupa em ajudar o proximo, para de focar em si mesma e nao presta tanto atencao na ansiedade. Sendo ela por bobeira ou problemas reais... bjs

    www.deboradahl.com

    ResponderExcluir
  31. Gente, coisa mais chata são as crises de ansiedade. E falam que vc está nervosinha, tenho que tentar relaxar ao máximo

    Beijos!

    EsmaltadasdaPatyDomingues

    ResponderExcluir
  32. Oi Hellz

    Sei muito bem o que é tudo isso...
    E mais, tem sempre mais, né?
    Nossa criatividade desenfreada e nosso DDA expandem sempre um pouco mais e, a cada crise, trazem uma desagradável novidade.
    E sei também o quanto é significante quando alguém olha a gente nos olhos e, mesmo sem falar nada, em um gesto de carinho demonstra que nos entende.
    Então, mesmo através da rede social, estou aqui para dizer que também entendo você.

    Fica bem.

    Beijos.
    colecionadoresdelivross.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  33. Ansiedade é fogo, meu único problema hoje em dia é a gastrite, o restante dos meus problemas e doenças eu tenho conseguido controlar com remédios, mas quando ataca a crise de uma coisa parece que puxa tudo junto :(

    Beijos

    Blog Lua Soares

    ResponderExcluir
  34. HEEEEEEY HELLZ!
    Eu sofro de ansiedade também. Eu estava lendo e pensando: " ISSO HELLZ, É ISSO MEXMO!" É extremamente horrível a sensação, eu simplesmente não aguento, principalmente quando não sei do motivo de eu estar assim, que piora, pois não sei por onde cortar esse nervosismo. Quando eu fico muito ansiosa, eu começo a me coçar, querendo concentrar a dor em outro lugar, minhas unhas também são todas destruídas porque não tenho controle. Fico altas noites sem dormir, fico dia inteiro na frente do pc, vendo outras coisas, pois simplesmente não quero encarar a vida, que me da mais nervos ainda. O pior é que, eu sei e não sei o que eu estou sentindo, mas quero que pessoas a minha volta percebam e em vez de falar: " você precisa de um namoradinho, que passa." ou " Isso é por causa do celular." Que palavras de amizade e conforto sejam ditas.
    Enfim, amei o post monamu. Tava com saudades de seus posts loucos UHAUHAUAH.
    BEIJU!
    xx

    ResponderExcluir
  35. Pois é, as vezes nos sentimos até invisíveis, parece que está tudo bem porque ninguém enxerga, mas é aí que está o perigo. O que sentimos é mascarado como "frescura" mas infelizmente só sabe quem sente.
    Charme-se

    ResponderExcluir
  36. Nossa, um texto realmente para refletir, vou começar a perguntar mais pras pessoas como elas estão e tentar entender o que estão passando da melhor forma possível, deixar falar acho que é uma das melhores coisas...
    Bjus
    Taty
    Na Casa dos Abrantes
    Canal

    ResponderExcluir
  37. Eu te entendo demais, demais mesmo!
    Sofro de ansiedade desde a fase fetal também hehehe.
    Fazia muito xixi na cama, comia tudo o que tinha direito, arrancava pedaços da cabeça, da pele e ninguém percebia que era ansiedade até eu ir ao extremo. Foi realmente um grito de socorro escancarado. Meus pais começaram a me levar em médicos, tomei todos os remédios do mundo... Depakene, Sertralina, Fluoxetina, Clomipramina e vários outros, mas ainda sinto que apesar de tudo, essa ansiedade não vai passar nunca :(
    Beijos
    BlogCarolNM
    FanPage

    ResponderExcluir
  38. Nossa, tô sem palavras...
    Me identifiquei com você em vários momentos nesse texto. Eu também sou uma pessoa bem ansiosa, já tive momentos de depressão, autocrítica desenfreada, distúrbios alimentares... enfim, de verdade te endento, te endento muito!
    E é foda as pessoas não notarem isso e terem respostas prontas para os sinais que o corpo e a mente estão dando.
    Enfim, boa sorte pra nós e que a gente possa vencer tudo isso :)

    https://heyimwiththeband.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  39. Poxa Hellz, ansiedade é uma coisa séria demais. Eu conheço TANTA gente que sofre com isso ~ e tem mais aquele tanto de gente que sofre calada, né? A gente realmente só se dá conta quando os sintomas são físicos, mas e as cicatrizes no coração, que não conseguimos ver??? :(

    ResponderExcluir
  40. Realmente as vezes ansiedade não é percebida pelos que estão a volta, as pessoas acabam dizendo é frescura e que logo vai passar, e não respeitam. Se não notada e tratada de qualquer maneira pode acarretar outros problemas mais sérios.


    Beijos


    www.onlyinspirations.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  41. Infelizmente, eu entendo todos os pontos aqui colocados. Não é fácil, é uma merda, é visto como um exagero nosso, negligenciado e, sim, muito pelo motivo que você comentou. Até pouquíssimo tempo atrás, eu escondia muitas dessas coisas. Eu não ficava passando a mão no rosto, mas nos ombros e no peito. Eu nem tinha espinhas ali, mas passava a ter machucadinhos, já que qualquer coisinha minhas unhas arrancavam. Pela oitava série, eu ficava fazendo pequenos cortes no meu pé (não sei pq) quando estava em negação com a realidade. Tipo "vou esquecer da vida enquanto vejo como cada uma dessas linhas se formam". Não ia fundo, as cicatrizes são mínimas, mas, ainda tem dias que eu preciso fazer um esforço enorme pra não começar de novo. Sempre fui fucked up. Esses tempos, no blog, eu escrevi sobre alguns aspectos da minha ansiedade, e eu sei que MUITOS conhecidos leram, mas pouca gente veio falar comigo. Ninguém da minha família mencionou nadinha, e gente que eu jamais imaginava se colocou a disposição pra qualquer coisa. Aí semana passada, no grupo da família no whatsapp, estavam conversando sobre como não conseguiam entender o fato de que uma menina, da cidade deles, se matou. No dia seguinte, outras duas se mataram. Eu aproveitei pra mandar um "todos vocês sabem que tem dias que eu não consigo sair da cama e ninguém conversa sobre isso comigo; todos preferem evitar", mas já vieram com respostas como "mas tu jamais ia se matar", etc. Como se sabe algo que não se vê? É um assunto delicadíssimo, mesmo, mas com apoio eu imagino que dê pra evitar muita coisa ruim. Eu tenho muito o apoio da minha irmã e da minha mãe, mas eu sinto que nem meu namorado, que mora comigo, compreende muito bem a coisa. Bom, nem nós mesmas, né?
    Enfim, desculpa pelo texto gigante, mas, caso precise ou queira, pode me chamar!
    Fica bem. :)
    Beijos,
    Bru
    Blog Moderando

    ResponderExcluir
  42. Ai, Hellz, esse texto bateu bem forte aqui em mim. Me identifiquei com algumas partes e é realmente bem assim: se não aparece fisicamente, é porque é frescura ou drama nosso, porque preferem evitar do que ter que lidar com o nosso problema, né? É muito triste isso, cara. Imagina quantos casos mais sérios não poderiam ser evitados se as pessoas simplesmente não ignorassem esses pequenos sinais? Seu texto me fez pensar pra caramba nisso. Adorei mesmo e eu espero que tu fique melhor logo, tô te mandando muita energia positiva aqui <3
    Um beijão,
    Gabi do likegabs.blogspot.com ♡

    ResponderExcluir
  43. Oie, Hellz!
    Parabéns pelo texto maravilhoso!
    Não costumo ser muito ansiosa, mas não deve ser fácil as pessoas que passam por isso, como você falou acolhimento e atenção é tudo!

    Beijos!
    Eli - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  44. Que texto incrível, Hellz. Ainda mais incrível porque eu estava pensando nisso esses dias... Eu to meio desconfiando de que eu também sofra de ansiedade e esteja jogando isso tudo na comida e no sono. E como uma boa canceriana ~dramática~ me peguei me perguntando por que ninguém reparou isso em mim antes, e nem agora, que aparentemente está mais forte. Talvez seja bem isso mesmo: as pessoas só começam a se importar quando tá fazendo algum mal pra sociedade, ou quando a situação já esteja bem grave e aparente na gente. Mas, tudo que a gente queria era alguém pra nos confortar e nos ajudar a sair daquela situação. Algo simples que faria toda a diferença. Mas enfim né. Um dia a força interior vem nos ajudar, e a gente consegue. Eu acredito.

    Com amor,
    Steph • Não é Berlim

    ResponderExcluir
  45. Muito bom texto, Hellz, como sempre. Ansiedade é um problema que por ser comum acaba não sendo tratado como merecido, o que as vezes até piora. Já sofri por um bom tempo e entendo como é delicado, mas tem solução viu?! Procure tratamento se sentires que está 'passando do ponto' :)
    Abraço! :)

    Red Behavior

    ResponderExcluir
  46. As vezes sou bem ansiosa também e não gosto disso. Já cheguei ficar vásrias noites sem dormir pensando em algo que ainda iria acontecer.
    www.achatadebatom.blogspot.com

    ResponderExcluir
  47. A ansiedade é ruim mas ninguém consegue se livrar dela, as vezes fico ansiosa tento me controlar mas as vezes não dá, Hellz bjs.
    http://www.lucimarestreladamanha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  48. Que texto ótimo , realmente ansiedade é terrível , nas minhas crises eu tenho arritmia e não consigo comer nada =/
    Bjs
    Aquarela Pink

    ResponderExcluir
  49. Sei como é sou ansiosa ao extremo e sofro demais com isso.

    Beijos
    https://pimentasdeacucar.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  50. Tudo bem, eu te entendo...não está sozinha ;-)
    Desde criança...e sempre lutando, é algo nós de nós... Coragem e continue usando o blog como ferramenta ;-)

    Beijos =***

    ResponderExcluir
  51. Muito ruim ser ansiosa assim, mas ó, eu te entendo sim. Sou uma pessoa bastante ansiosa, mas não chego a fazer essas coisas. Mas não se preocupe, você não está sozinha <3
    Beeijos
    www.marinaalessandra.com

    ResponderExcluir
  52. Oi, Hellz. Eu sei exatamente o que você passa. Eu não tenho distúrbio algum, mas sofro de ansiedade porque eu fico nervosa em situações que não sei lidar. Primeiro que meu coração palpita e eu fico querendo desmaiar, além de ir ao banheiro. Sério, que ódio! Isso acontece sempre nas piores horas. Eu também sou cheia de espinha, então todo santo dia vou ao banheiro tentar estourar minha cara, mas infelizmente não adianta nada. Eu também tenho a mania de ficar fuçando o cabelo procurando pontas duplas, por HORAS! Sério, minha tia acha que é TOC, eu nem percebo quando faço e.e enfim, super te entendo amiga!
    Beijo, Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  53. Ansiedade é um negócio ruim demais, né? Quando a ente vem se dar conta de que sofre realmente por causa dela, ela já tá consumindo a gente de um jeito... Texto foda, Hellz, é bem por aí mesmo: se não te deixa feio e não diminui seu poder de produção, é frescura. Cara, as pessoas têm que entender que não é assim. Se as pessoas tivessem conhecimento e legitimassem a importância de tratar da ansiedade como a doença que ela é, muitas crianças não desenvolveriam problemas mais sérios ao longo do processo de crescimento. Muito sofrimento seria evitado. E em pensar que grande parte disso seria evitado se todoa tivéssemos mais atenção e sensibilidade para com o próximo.... enfim, fica bem, tá?

    E eu reconheci o cenário recifense no vídeo sim! Da primeira vez que assisti nem reconheci de cara, mas depois fui rever e vi ali a BR e tal, umas pontes familiares.... kkkkkmkkajsjansn <333 Tu mora em algum lugar pegando a BR232 ou a 101 Sul, né? Hmmmmmmm *palpitando*

    Beeeeeeeeijoooo!
    www.heeeymaria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  54. Ai Hellz... que texto lindo... Olha, minha ansiedade comparada a sua não é nada, mas eu te entendo, sei como é se esconder por detrás de máscaras, sorrisos e computadores, sei também como é ruim as pessoas verem nossos machucados como apenas uma mania chata ou espinhas. Mas não fica assim não, estamos aqui com você!! <3
    Beijooos e se cuida!!
    Yanna Karim

    ResponderExcluir
  55. Verdade. Nada no mundo substitui esses sentimentos que nos fazem sentir, de amor e segurança. Ansiedade realmente é uma droga, se prenda a coisas boas porque medicamento é furada. Só me fez mal e nunca me trouxe resultados.

    Chiquereza

    ResponderExcluir
  56. Eu entendo o que você está falando completamente, mas o meu caso foi a depressão que desencadeou a ansiedade, e sempre foi tratada como frescura, sabe? Zero de autoestima, relacionamentos abusivos, autodestrutivos, mas tudo bem, eu que era porca, não me importava com nada.
    Precisei arranjar briga com todo mundo, sair de casa, ir atrás de médico sozinha e tudo para conseguir começar a cuidar de mim. Tive que ter um surto psicótico e tentar me matar pra minha família entender que eu não estava ~sendo adolescente~. Minha mãe teve que ter depressão também pra ela ver como era e que remédio não era frescura.
    Seria cômico se não fosse trágico. Isso me dá muita raiva. O jeito que as coisas funcionam... pra todo mundo sabe? Esse menosprezo a doenças mentais porque elas não são "uma fratura exposta", como você mesma disse.
    E chega uma hora que a gente não dá mais conta de lidar com tudo isso sozinho, e precisa de ajuda. Médica, familiar, amigos... de onde vier.
    Espero que esteja melhorando. Você não está louca. É uma merda, mas acontece e você vai passar por isso. :)

    www.jadeamorim.com.br

    ResponderExcluir

Aqui é a área do BEING YOU e você tá com a palavra, hein? BORA!