Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
postado por Hellz. em 21 novembro 2016

A diferentona da polêmica: Meu cabelo cacheado não me identifica


Embora a ditadura da beleza ainda esteja em alta – talvez mais em alta do que nunca, vivemos também uma época de maior liberdade à diversidade ou, na melhor das hipóteses, uma época em que as pessoas lutam mais pelo direito de ser o que quiserem ser.

Se antes não haviam muitos produtos segmentados pra quem ostentava cabelos crespos ou cacheados (exceto aqueles alisantes UÓ do Netinho do Negritude Jr, que grazadeus nunca tive o desprazer de usar HAHAHAH), hoje existem marcas que são especializadas no negócio, com linhas inteiras inteiramente voltadas pra isso e produtos dos tipos mais diversos: Geleias, modeladores, hidratantes, dar volume, acaba volume, espeta pra cima, cacheia pro lado... enfim.

Mas a introdução acima veio para dizer que:

A Hellz tem cabelo cacheado. A Hellz é escrava da chapinha. A Hellz não tem nenhum problema com isso.

 
Desde criança, muito embora fosse deveras elogiada pelos meus cachinhos douradoxxx do amor, eu nunca realmente me identifiquei com essa textura de cabelo. Se fui moldada por opiniões alheias à minha vontade? Not at all. Se minha mãe me criou com o esteriótipo de que o meu cabelo estava errado e era feio por isso? NOOOOP. Os meus ídolos tinham cabelo liso escorrido e por isso eu queria ser igual? Gente, eu era fã da Carla Perez dos anos 90 HAHAHAH! Sofri preconceito de alguma forma? Como falei ali, até recebia elogios (K) *cof cof*, então se tão pensando que a vontade de mudança veio pra evitar algum tipo de dor ou sofrimento, podem parar e pegar seu banquinho pra ir embora, essa é uma discussão que não teremos. Eu, simplesmente por ser geniosa desde pequena, não me identificava e pronto. Não era eu.

Certa vez, ao acompanhar minha mãe num salão de beleza num dia de molierzinha, a cabeleireira deu um veredito que fizeram os meus olhos brilharem: Aos 8 anos eu poderia fazer algo a respeito do meu cabelo. Eu poderia relaxá-lo, tê-lo liso enfim. Foi então que comecei uma contagem regressiva pra que esse momento chegasse. E chegou. E deu muita merda. Muita mesmo.

E deu merda sucessivas vezes: Já usaram produtos inconcebíveis no meu cabelo a ponto dele partir enquanto eu apenas passava a mão nele. Já tive de cortá-lo quase Joãozinho pra poder me livrar dos estragos. Meu cabelo já emperrou devido à química e não crescia nem com macumba. Já, inclusive em tempos posteriores e mais próximos da realidade atual, eu passei pela tal transição capilar (em que você espera toda a química do cabelo ir embora por cortá-lo aos poucos e tem de lidar com as texturas variadas enquanto isso. Quase o Adamastor pitaco, mas ok). Toda essa jornada foi um caminho de aceitação pra o fio natural? Não. Tudo que eu queria era um cabelo liso e bonito, cara. Sem o aspecto danificado que a química garantia SEMPRE. (E desde já deixo claro que admiro demais quem passa pela transição pra se livrar das amarras impostas pela sociedade de que cabelo cacheado/crespo não é legal. WELL DONE, GIRLS! Só não foi o meu caso...).

Tenho cabelo cacheado SIM e não tenho nenhuma vergonha de dizer isso. Fico babando, inclusive, nos penteados modernosos e lindos que as cacheadas adeptas e felizes ostentam por aí! Só que não é a minha, saca?

Hoje meu cabelo tá completamente natural (livre de alisantes, quero dizer. Descolorante tá por aqui 4ever) e o método que mais me agrada hoje pra ter o cabelo que me faz bem é mesmo a chapinha. Tenho esse "compromisso" de boas, sem noia nenhuma e o resultado obtido é o da felicidade de olhar no espelho e me enxergar como eu mesma. Imagino que você, cacheada que outrora reprimida, sinta a mesma coisa no espelho quando vê seus cachinhos ao vento sem a intervenção de algo que os impeça. Não é esse nosso objetivo afinal? De nos olharmos no espelho e nos reconhecermos ao fim do dia? Meu objetivo é o mesmo que o seu, mas trilhamos caminhos diferentes.

Então, por favor: Ser OBRIGADA à aderir a um padrão reverso ao anterior não é legal, não é resistência. Resistência mesmo é lutar pelo que te faz feliz e faça com que você se sinta fiel a si mesma, seja queimando os neurônios com o calor da chapinha pra transformar seu cacheado em liso, seja transformando seu cacheado em um black poderoso e cheio do volume ou, quem sabe, cacheando seu cabelo lisão, porque não?



Somos todas lindas sim, mas precisamos ser verdadeiramente felizes para o sê-lo. 


80 comentários:

  1. Hellz eu concordo com você. Sempre achei lindo cabelo cacheado, mas eu tentei deixar o meu com os cachos que sempre sonhei. Até que faz uns dois anos, fui na salão e um profissional fez escova normal e chapinha. Amei meu cabelo liso. Resolvi então fazer escova progressiva. Ele não ficou liso mas ficou com um ondulado que me deixou parecendo aqueles cabelos trabalhados que levam horas para ficar prontos. Acho que fica mais eu, me olho no espelho e me vejo ali, melhor, me reconheço. Então sei exatamente o que quer dizer! ;)
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Oiiiii
    Volteeei, viu como foi rápido dessa vez? hahahahah
    Ameeei seu texto!
    Tem opressão de todas as formas, inclusive contra as pessoas que gostam de cabelo liso.. Fazer o que né?
    O jeito é buscar ser feliz do nosso jeito, porque se ficar dando ouvidos pra todo mundo nunca vamos conseguir..

    Beeeijoooos

    ps, te indiquei em uma premiação lá no blog *-*



    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
  3. Ai, Hellz ♥ Que amorzinho esse texto, sério. Isso de não gostar de algumas coisas em nós mesmas era um negócio que sempre me confundia quando falava de amor próprio. Eu pensava que pra se amar precisaria amar até coisas que não gosto. E descobri que não é bem assim. Quando a gente gosta do crush, por exemplo, não gosta de tudo nele. Mas releva os defeitos e faz ele botar uma roupa mais bonitinha HAHAH. Basicamente, a gente tem que se amar, e refletir bem antes de qualquer coisa. Você ama seu cabelo, só gosta mais dele loiro e liso. Isso é muito ok! Todo mundo tem que se amar do jeito que mais lhe aprouver, sem nóias da sociedade ♥
    Beijos!

    claramenteinsana.com

    ResponderExcluir
  4. Posso te dar um abraço por essa postagem? É EXATAMENTE o meu caso. Eu sempre sonhei com cabelos lisos e sedosos, mas meus cachos (aka emaranhado disforme) nunca colaboraram. Também fiz relaxamento quando criança e voltei para casa chorando, porque simplesmente não mudou NADA. Dinheirão jogado fora.
    Agora, com a moda das cacheadas, às vzs sinto até uma certa ditadura ao contrário com quem usa chapinha. Não pode. Tem que fazer big chop, tem que ser crespa. Poxa, mas e se eu não quiser?
    Chapinha é minha melhor amiga há bem uns 10 anos e não pretendo largá-la tão cedo. É assim que me identifico, é esse meu cabelo :).
    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Ah Hellz quando eu tinha cabelão na cintura ele era todo volumoso, havia umas ondas , porém nada de cachos definidos. Sempre achei lindo e maravilhoso esses cabelos afros e bem enrolados, teve uma época em que eu queria ter o cabelo cacheado, mas meu cabelo com o passar dos anos tem se tornado muito liso. Principalmente porque minha mãe várias vezes passou químicas e mais químicas no cabelo para ele abaixar o volume e ele foi ficando cada vez mais liso, mas tudo bem, agora eu vivo com meu cabelo joãozinho e ele têm que ficar liso e eu adoro meu cabelo liso. Eu nem tenho mais que passar chapinha ou secar, é só lavar e pentear. *-*... e eu sou feliz com ele assim.

    Até mais!
    Karolini.

    ResponderExcluir
  6. Pra variar, QUE TEXTO LACRADOR. Amay, amo/sou. Acho que você deve usar o que se sente bem, se for padrão da sociedade ou não, ou seja lá o que. Eu sempre tive cabelo liso e achava super sem graça. Babava no cabelo cacheado loiro natural da minha prima. Aliás, babo até hoje. Acho tãããooo lindo. E se quer alisar, alisa. Agora a lisa quer fazer cachos, ou fica lindo ou fica o capiroto HAAHAHHA E vamos aproveitar das químicas que o ser humano criou pra fazer o que bem entendermos e ficarmos TOP HAHAHA
    Beijoss!
    tipsnconfessions.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Olá ~
    Eu nunca julguei uma pessoa pelo tom da pele, pelo jeito de se vestir, pela cor dos olhos, pela opinião dela, pelo seu gosto em geral... imagina se eu ia julga-lá logo pelo cabelo?

    Para mim tanto faz se a pessoa se aceita cacheada ou lisa (é esse o termo que se usa?), não sou eu que irei julga-lá, se ela se sente bem assim... eu terei que aceitar isso e fim.

    As mulheres são lindas de qualquer forma, qualquer tipo de cabelo, colorido, natural, cacheado, enrolado, liso, ondulado, quimicamente tratado, não importa. Até porque para mim a beleza vem de dentro e não de fora <3

    Adorei a postagem <3

    Beijos, www.valentinices.com

    ResponderExcluir
  8. Também tenho o cabelo alisado e me vejo muito mais feliz assim. Não combino nada com o cacheado. Acho super importantes estarmos felizes nas nossas escolhas! Adorei o post, beijos
    www.achatadebatom.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. O bom mesmo é vc ter o seu cabelo do jeito que vc quiser, ou liso ou cacheado, vermelho ou Pink, afinal não somos obrigadas a nada isso é que é liberdade, ser e respeitar, beijos querida, amo seu blog.

    http://www.ritinhaangel.com.br

    ResponderExcluir
  10. O bom é se gostar a cima de tudo, e sem pensar nas opiniões alheias.
    Eu tenho o cabelo cacheado, e sou super feliz por nem precisar pentear ele. É só espremer um pouquinho na mão com creme e pronto, já estou pronta hehehe. Eu não tenho paciência quase para passar maquiagem, imagine passar chapinha. Mulher! Você é de coragem hehehe. E que bom que você se ama assim.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  11. AMEI o texto! O importante mesmo é nos sentirmos felizes, 'naturais' ou não, com chapinha ou sem chapinha... Eu particularmente acho cabelo cacheado MARAVILHOSO (mas, porque tenho cabelo liso, parece que quem tem cabelo de um jeito, acha lindo de morrer o do outro jeito, já notou?) E eu cacheio as vezes, é cacho falso, é, mas quando eu faço me deixa feliz.. Então continue fazendo o mesmo Hellz, o importante é a gente escolher nossa versão que nos deixa feliz, não a que a sociedade nos faz ser. Beijokas gatona :)

    ResponderExcluir
  12. Olá,
    Super bacana o texto. Quando eu era mais nova, queria meu cabelo cacheado e ficava forçando. até que ele cacheou de vez e eu quis liso HAHAHA daí vi na televisão que se você penteia ele 50 vezes, ele vai alisando aos poucos. Hoje os cachos só aparecem quando eu lavo e sacudo hahaha e to aqui dependendo da minha mãe pra retocar a cor zzzzzz pq se eu fizer sozinha, vai dar merda KKKKK
    Aliás, minha mãe tinha todo cacheadinho...ela meteu a progressiva mesmo e ta sempre fazendo.

    P.S.: Sobre seu comentário lá no blog, eu não gostava muito de ler e-book no pc, agora com Kindle é uma delícia. Quando vc puder, dê uma chance...Melhor coisa é ler deitada kkkkkkkkk
    Olha eu te entendo bem em ficar frustada com a negação de parcerias, também não tenho muitas, já perdi várias importantes...mas vamos fazendo, né? Como diria Inês!
    Super concordo contigo de que as críticas estão aí para nos ajudar a crescer.

    Obrigada pelos elogios, uso aquela coluna Obsession Secrets para textos pessoais, ainda estou dando baby steps hahaha

    tenha uma ótima semana :D
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  13. Fã da Carla Perez, kkkkkkkkkkk. Só tu mesmo...
    Achei super digno seu post, pois acho que não é pq a maioria está usando os cachos novamente, que tu também deve e que vá se sentir bem por isso.

    Beijos,
    Blog Gaby DahmerFanpageInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  14. Concordo plenamente com você. De certa forma, até compreendo. Não tenho cabelos naturalmente cacheados, mas a cor natural dos meus fios é loira e o mundo baba nele, PORÉM não me identifico com a cor loira e sempre escureço ele. Acho lindo nos outros? Sim. Admiro quem se mata pra conseguir o cabelo loiro dos sonhos? Sim. Mas não é o meu caso. Eu gosto de mim com cabelo escuro.

    Claro que não existe nenhuma resistência loira (afinal, o loiro faz parte do padrão né), mas é bem chatinho quando meu pai enche o saco por eu pintar, ou quando eu digo "sou naturalmente loira" e as pessoas dizem "mas por queeee você pinta???".

    Enfim.

    Seja feliz sendo escrava da chapinha. Eu sou feliz sendo escrava da tintura. Deixa nóis.

    Beijinhos.
    Vercthu

    ResponderExcluir
  15. Excelente post Hellz! Cada uma tem que usar o cabelo (e qualquer outra coisa) que faz bem a si mesma. Independente de rótulos!
    Mas agora, Adamastor Pitaco, eu ri kkkkkkkkkkkkkk.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  16. Sempre quis ler um texto assim, hoje em dia se uma cacheada quer usar chapinha, um monte de pessoas julga. Sem nem pensar se ela gosta ou não! Meu cabelo é armado e eu amo usar secador. Um super beijo, Blog Minuto de Bobeira

    ResponderExcluir
  17. Oi, Hellz!
    Amei seu post! Meu cabelo natural é meio ondulado, mas eu faço um pequeno alisamento que é pra ele se acertar um pouco. Sou tipo Adamastor Pitaco: metade ondulado, metade liso.
    Mês passado, eu fui no salão e tinha uma menina lá de cabelo cacheado, mas ia alisar. Ela disse que gostava muito, mas que ela não tinha muito tempo pra dar o cuidado necessário nele. Por isso preferiu alisar. Eu fiquei pensando nisso...
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção seis anos de Caverna Literária

    ResponderExcluir
  18. Eu concordo demais e te entendo, entendo muito mesmo!
    Ninguém acredita quando eu falo, mas meu cabelo é super, super cacheado e eu sempre odiei isso. Faço progressiva há mais de 10 anos. Sei do mal que ela faz para os meus cabelos, acho lindo quem assume os cachos e acho cachos nos outros lindos, mas simplesmente também não é pra mim!
    Beijos
    BlogCarolNM
    FanPage

    ResponderExcluir
  19. Adorei o post, eu me identifico muito porque tenho cabelos cacheados e ainda não assumi. Mas gosto de ter meu cabelo escovado e poder ondulá-lo de vez em quando.
    E eu lembro muito bem e quando eu era mais nova, uma marca bem famosa é conhecida na época por ser especialista em relaxamento dos cabelos e hoje é uma das recordes em vender produtos para cacheadas... Acho legal em saber que aquele preconceito de antigamente a respeito dos cabelos cacheados e crespos está acabando aos poucos.
    E devemos ser felizes, independentemente do estilo das nossas madeixas.
    Beijos. ♥

    Diário da Lady

    ResponderExcluir
  20. [Palmas] Ser obrigada a aderir o padrão reverso não é legal!
    Meu cabelo é uma mistura ondulada/cacheada, eu nunca fiz procedimentos a longo prazo no cabelo, como por exemplo uma progressiva, então eu uso ele de acordo com meu humor, as vezes ele está cacheado e muitas das vezes está escovado e com prancha. Eu acho que a gente deve fazer aquilo que nos deixa feliz, mesmo que seja o contrário da maioria.

    Beijoooo, www.apenasleiteepimenta.com.br

    ResponderExcluir
  21. Olá. Desculpa pelo meu breve desaparecimento. Voltei e voltei agora para ficar. Cheguei e já vi essa postagem MARAVILHOSA! Precisamos acordar e nos aceitar do jeito que a gente quer. Não tem essa de ditadura da beleza ditada pela sociedade que pensa que manda no mundo toda (tadenhos). Usei o produto do Netinho e pense em um cabelo bom a propósito... Meu cabelo e crespo e não tenho vergonha de falar isso. Tenho ele alisado desde os 10! E até hoje eu aliso. Coloquei mega hair cacheado pra vê se eu deixava ele sem química (chega uma hora que parece que vai cair tudo), mas ele está firme e forte. Viva a chapinha e vimos ser felizes, por favor. Até mais! ♡
    Eutheromania

    ResponderExcluir
  22. *palmas*
    Concordo muito com o que você disse, acho que o mais importante é ser feliz, independente de ter o cabelo natural ou alisado ou com qualquer outra química. As pessoas tem que parar de querer impor as outras o que elas acham certo. Ameeei demais!!
    Beijoos
    Yanna Karim

    ResponderExcluir
  23. Concordo plenamente com cada palavra escrita aqui e me senti mais uma vez representada nesse post. Eu também tenho o cabelo bem cacheado/crespo e nunca me senti realmente feliz com ele, aquele tipo de cabelo não me representava. Hoje em dia eu faço chapinha e escova e quando olho o meu cabelo no espelho, eu não poderia estar mais feliz. O que importa na vida é isso, ser feliz independente dos padrões de beleza, a única pessoa que pode decidir o que fica bom em você é você mesma.
    Mil Beijos!
    https://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  24. Oi, Hellz!!!!!!!
    Que texto lindo!! Eu nunca gostei dessas amarras que muitas pessoas têm impostas pela mídia: a cor ideial, o tamanho ideal, o padrão ideal, o melhor... Não tenho cachos, mas acho lindo! O post me lembrou da música Pretty Hurts da Beyonce. A perfeição é uma doença da nação. A verdadeira beleza está no modo em que cada um olha pra si mesmo <3 Beijooos!!!!

    www.estranhoscomoeu.com

    ResponderExcluir
  25. AHHAHAHHA... aiii futura, vc me mata, sabia?!
    Eu tbm fui uma criança de cachinhos dourados elogiada pelas ruas, ai como diz minha mãe "Cresceu e cagou com o cabelo" kkkkkkk

    Tbm não gosto de cachos (EM MIM) o que já me rendeu muita briga com amigos, inclusive o meu amigo que corta o meu cabelo me perturbava mto para eu deixar ele fazer um corte para cacheado, acabei deixando, pra NUNCA MAIS kkkkkk
    Não sou adepta a nada pq sou preguiçosa e odeio arrumar meu cabelo, então ele não tem mais definição, já corto joãozinho pra não ter trabalho, quando ele vai crescendo eu já jogo um boné q fica tudo certo kkkkkkkkk

    Bjo minha amada, tava com saudade de aparecer aqui ;)

    ResponderExcluir
  26. Oi, Hellz!

    Uma dica mais fácil é sempre útil, né?! ;)

    Liso ou enrolado, curto ou longo, natural ou descolorido... Tanto faz! O que importa realmente é ser feliz. E que se dane todos os padrões de beleza idiotas da sociedade!

    Ótima terça!

    Beijo! ^^

    ResponderExcluir
  27. Olá, Hellz! Tudo bem?

    Concordo com o que disse. Acredito que todos nós devemos nos vestir, usar cabelo e demais coisas como queremos e nos sentimos bem. Um dia desses entre em um discussão com uma colega, pois disse que achava a atriz que faz uma das alunas da Analise e HTGAWM muito bonita, e ela começou a dizer que ela realmente era bonita, mas que deveria aceitar as suas raízes, e completou com algo do tipo: quem já se viu negro de cabelo engomado? Tem que ser solto, volumoso e crespo.

    Dai eu dei uma resposta parecida com a sua, pois as pessoas podem não está notando, mas podem está se deixar por uma nova ditadura... Enfim, suas palavras já disseram tudo.

    Uma ótima semana. https://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Concordamos com você o importante é se sentir bem, feliz e linda independente das "novas" ditaduras que estão surgindo. Temos o cabelo cacheado/ondulado antes não sabíamos lidar com ele ai só alisávamos, atualmente estamos aprendendo a cuidar dele e resolvemos assumi-lo mas ainda sim quando queremos alisar passamos chapinha não ficamos presas a só deixa-lo natural.

    beijos

    http://onlyinspirations.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  29. Hellz, eu não canso de dizer: tu arrasa!!
    Começando pelo final... "Somos todas lindas sim, mas precisamos ser verdadeiramente felizes para o sê-lo." Quero adotar esta frase para o resto da minha vida.

    Hoje em dia não é tão comum as cacheadas ainda serem coleguinhas da chapinha, mas é aquele ditado: se te faz bem, que mal tem? Afinal, o cabelo é seu, você que vai ter que conviver, cuidar e $ustentar ele. Nada mais justo (e óbvio) que VOCÊ escolher como ele vai ser, né non?

    O movimento das cacheadas (assim como outros) não tem que simplesmente vir e quebrar o que era comum antes, impondo um novo "correto", mas mostrar para todxs que há possibilidade do sim e do não, do "quero" "não quero". Mostrar que temos opções e liberdade para escolher.

    Enfim, parabéns pelo post little girl <3

    Ju - www.borboletasdepapel.com.br

    ResponderExcluir
  30. unas imagenes preciosas, me han gustado mucho

    ResponderExcluir
  31. Tu não erra uma!
    Como pode meu Deus, é um lacre atrás de outrooooo! Hellz, eu te amo! <3
    Que texto lindo, maravilhoso, incrível e que todo mundo deveria ler! Vou dizer uma frase que vi uma menina falando uma vez "to digitando com os pés, porque to aplaudindo esse post com os mãos", cara, sensacional!

    Eu não sei o que rola nessa sua cabeça aí, mas vou dizer viu, você faz uns posts muito fodas! Inclusive, este, só tem verdades! Realmente, temos que nos aceitar da maneira que nos sentimos felizes! Eu tinha o cabelo ondulado, dai eu alisei, dai depois alisei de novo, agora cresceu e tá metade natural e metade alisado kkkk

    Hellz, parabéns pelo post! <3

    Beijos
    Amanda Z.
    www.amandazulai.com.br

    ResponderExcluir
  32. O mais importante é lutarmos contra qualquer ditadura de beleza. Também não acho legal sermos obrigados a aderir um padrão impostos pelos outros. Pra variar, amei seu texto! Tenha um dia abençoado, beijos.

    Blog Paisagem de Janela
    paisagemdejanela.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  33. Cada um é livre para deixar o cabelo como quiser, o meu é levemente cacheado mas detesto porque dá muito volume, aí eu faço escova nele.
    big beijos
    www.luluonthesky.com

    ResponderExcluir
  34. O importante é a gente se amar e lutar contra qualquer tipo de padrão sobre nossos cabelos. Eu já fiz escova, chapinha e amei o resultado. O problema é que depois de lavar o meu cabelo fica horrível. Então abandonei. Na verdade sempre gostei mais do meu cabelo enrolado, desajeitado e ondulado. E não gosto quando aparece alguém e me diz pra fazer progressiva e chapinha.
    Se você está feliz com a chapinha e o seu cabelo liso, seja feliz. Não serei eu que irá te criticar por isso.
    Bjus!

    galerafashion.com

    ResponderExcluir
  35. Oi, Hellz!

    Você trouxe uma questão muito importante em tempos que as pessoas adoram dizer o que a outra deve fazer. O mais importante de toda essa história sobre cabelo é você se sentir bem com isso. Você ter o cabelo que você quiser ter.

    Adorei o seu bom humor nas entrelinhas e mais uma vez ótima abordagem!

    beijos

    Psicose da Nina | Instagram

    ResponderExcluir
  36. Hellz, eu acho que cabelo é que nem brioco (desculpa a comparação HAHAHAHA) cada um tem o seu e faz dele o que quiser, contanto que se sinta bem e se sinta feliz dessa forma. É só isso que importa, se sentir feliz quando se olha no espelho. Meu cabelo é cacheado, mas aos 15 quase alisei, pois não era feliz com ele, mas minha mãe disse que eu me arrependeria e por um milagre milagroso eu tirei essa ideia da cabeça e parei de fazer chapinha, passei a hidratá-lo mais e fui amando ele aos pouquinhos. Hoje eu agradeço a minha mãe infinitamente, pois eu sei que me arrependeria mesmo. Vi muitas amigas sofrendo ao passarem pela transição capilar, eu não sei se aguentaria.
    O cabelo é seu e você faz com ele o que te der na telha, Hellz. Falando nisso, seria muito bom a senhorita mostrar mais suas madeixas coloridas pra gente, né? Ficou muuuuuuuuuuito foda <3

    Beijão, mariasabetudo

    ResponderExcluir
  37. OIII, HELLZ!
    Nossa, cara. Super me identifiquei com você!
    Apesar de achar lindo os cachos em outras cabeças, eu não curto muito no meu cabelo, por isso vivo alisando! Acho que mais pela praticidade, já que os meus cachos não são tão bonitos assim. Mas o cabelo liso parece ser mais leve e fácil, por isso adoro.
    Beijos!
    Borboletas de Papel | fanpage - twitter - instagram

    ResponderExcluir
  38. Perfeito esse seu texto, gostei demais.
    Concordo que não podemos viver de rótulos, devemos fazer e usar o que nos fazem bem.
    Beijos
    Jana Makes Esmaltes e Cia

    ResponderExcluir
  39. Amei, nossa eu super apoio quem quer alisar e deixar o cabelo liso, não sinto problemas. Mas acho que quando foi criado alguma coisa à respeito disso na cabeça da pessoa, -q não é o seu caso- devemos tentar fazer ela entender que não há nada de errado no cabelo dela! Assim como você sabe que não tem, apenas não se identifica :D Adorei saber sua história
    beijos
    http://daniellaalessandra.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  40. Liberdade capilar é isso, ter o cabelo que quiser! Vejo meninas que aceitaram seus cachos e agora vivem na ditadura, acho terrível! Eu amava meu cabelo liso, meu sonho era ter cabelo liso, mas com o tempo eu precisei mudar, eu sou dessas mesmo que adora ta mudando, quem sabe daqui a alguns anos eu não raspe a cabeça? Poxa se você adora seu liso, ALISE MESMO E SE RECLAMAREM ALISE MAIS AINDA! você tem liberdade para isso, ninguém é obrigado a gosta de nada não monamur!
    Adorei seu post, eu já havia lido assim que saiu, porém hoje vim aqui comentar hahaha!

    Blog >> www.seteprimaveras.com

    ResponderExcluir
  41. Amei o seu post. Também sou uma cacheada que não me identifico. Cabelos cacheados são lindos quando bem cuidados, mas dão um trabalho e tanto.
    Boa quarta-feira!
    Fica com Deus!
    Beijos!

    http://estilonocerrado.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  42. Oláááá BatDivaHellllllllllz!
    Eu queria saber mesmo o que é que tem debaixo dos seus cabelos azuis/verdes???? Porque tu é uma gênia né??? Quer dizer sereia/gênia!
    Caraca como tu tens a capacidade de criar posts tão mara e bacanérrimos uns após os outros na maior inspiração!
    É o que digo tu "escrevive"
    Mas vamos ao post concordo total!
    O importante é ser feliz da maneira que for, com cabelo liso, cacheado, crespo, ondulado, curto, comprido, colorido ou não.
    Meu cabelo é ondulado, eu sou feliz da vida com a minha chapinha!
    A imagem é mais que um retrato no espelho.
    É a tradução para o corpo do que em termos psíquicos chamamos de eu, e o meu eu ama uma chapinha <3
    Bjoooooo enoooooorme Luli
    Café com Leitura na Rede

    ResponderExcluir
  43. Primeiramente parabéns pelo texto.
    Concordo com tudo o que você disse,eu tenho cabelo crespo e faço relaxamento a muito tempo e me sinto feliz assim.

    www.paginasempreto.blogspot.com.br

    Beijos

    ResponderExcluir
  44. Ameeeeeeeei esse post ♥
    Eu acho lindo cabelo cacheado, mas em mim não rola. Tá certo que emu cabelo é meio que liso, com ondas ao natural, mas eu sempre passo chapinha e pra mim quanto mais liso melhor. Me sinto bem assim e pronto!
    Ai Hellz, adoro seus posts :)

    https://heyimwiththeband.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  45. Oii Hellz,

    Você simplesmente arrasou nas suas palavras. Admiro pessoas que assumem aquilo que gostam, seja um cabelo liso ou cacheado. Meu cabelo era bem cacheado, acabei alisando e estragando totalmente meus fios. Hoje estou na fase de transição e todo dia é uma luta para deixá-lo do jeito que gosto. Não estava sabendo como lidar com isso e seu post me ajudou bastante! obrigada!

    Beijos,

    Gnoma Leitora

    ResponderExcluir
  46. Mas acho que a ideia de reforçar que seus cachos são bonitos é porque normalmente eles são tão julgados e mal vistos por causa dos padrões, que acaba que precisa que as pessoas digam que podem ser do jeito que quiserem e tudo bem, sabe? O negócio não é forçar a pessoa a ter cachos, mas sim ser do jeito que quiser, não acho que seja algo ~reverso~, acho que só tem gente que acaba sendo muito extremista, mas infelizmente a maioria das pessoas ainda se sentem reprimida ou na obrigação de ter cabelo liso pra serem bonitas :/ Anyway, achei bacana o teu relato, porque realmente, cada cabeça uma sentença e só você sabe e sente como é ser você e como se percebe!


    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
  47. Que linda, eu admiro muito por você não ter vergonha de assumir o que é teu por direito e naturalidade!!!
    Meus cabelos são lisos até a metade, depois cacheia até as pontas. Eu curto. Tenho medo de alisar (meu cabelo é virgem, todinho).

    Obs.: eu desativei meu facebook antigo, não consegui te achar no novo :c se quiser me adicionar, o novo tá como Carolina Rocha!
    Beijo.

    ResponderExcluir
  48. Adorei este post, até parece que foi feito para mim. Mas no meu caso eu odiava meus cachos pelas pressões externas. Quando criança minha mãe passava "ISSY" ALISANTE NO MEU CABELO, ardia, tinha cheiro horroroso, queimava... Eu deveria ter uns 8 anos e desde então me odiava, olhava para as Barbies e desejava ter cabelos como os dela, eu queria ter nascido branca para ter cabelo liso. Eu vivia com cabelo amarrado.
    Passei muita coisa no cabelo para ter ele liso, até que eu acostumei, veio as progressivas e meu cabelo está super liso, esses dias me veio na mente tentar parar de usar estas químicas, a chapinha eu até usaria, mas é tanta química que eu usei até hoje que parece que a ficha caiu, só que eu não consigo me enxergar de cabelo cacheado. Tenho medo de fazer transição e não aguentar ir até o final ou chegar ao final ver meus cachos e odiar. Dilema eterno.
    Charme-se

    ResponderExcluir
  49. Hellz concordo com você, tem que ser do jeito que você quer! Eu fazia progressiva, por volta de maio de 2015 decidi parar e voltar aos cachos, minha transição foi tranquila, porém agora em agosto queria cortar curto, tipo chanel, e no caso teria que ser liso, porém não queria química de novo. Portanto cheguei a uma conclusão, adoro meus cachos, porém amo também liso, portanto agora eu uso ele cacheado e liso dependendo do humor e de como eu quero!
    bjos linda! Amei o post.
    www.gizahcastro.com

    ResponderExcluir
  50. OIE HEEEEEEELLZ

    Concordo contigo, viu? O cabelo é seu e tem que ser como você quiser e foda-se quem achar ruim. Contigo foi diferente, você cresceu com o seu cabelo sendo valorizado e depois entendeu que você era diferente e queria mudar. O que eu acho importante é isso, você se conhecer ao natural e depois decidir se quer mudar ou não. Isso não acontece com muitas meninas que alisam por não saber cuidar dos cachos, como foi comigo. Antigamente, e talvez até hoje em dia, muitas mães alisam o cabelo das filhas por "ser mais prático" pra cuidar, quando na verdade o fato é que elas próprias não sabem cuidar dos próprios cabelos e do das filhas. Eu busquei a progressiva por isso, não sabia cuidar dos meus cachos, e confesso que adorava meu cabelo liso. Gostava mesmo. Mas a química tava destruindo meus cabelos e eu optei por parar com a química pra ter um cabelo saudável. Hoje, que eu aprendi a cuidar do meu cabelo natural, eu não me vejo mais sem meus cachos. De vez em quando eu dou uma escova pra mudar um pouco, mas hoje meus cachos voltaram a ser parte de mim <3

    Mas acho que as questões maiores são essas né? Se conhecer e se identificar com o seu cabelo, seja ele como for, e ter a liberdade de usá-lo do jeito que quiser sem ser julgada por isso.

    Um beijooooooooo!! <3
    Heeey, Maria! | Fanpage

    ResponderExcluir
  51. A minha colega passou pela transição e o cabelo tá muito mais bonito cacheado, tá uns cachos soltos, bonitos, sabe? Mas ela alisava por causa de influência mesmo, não é atoa que agora ela tá bem com o dela. Hoje outra colega minha aqui do estágio falou que vai parar com a química no cabelo e ver como vai ficar, porém to quase compartilhando esse post com ela ou no Facebook mesmo na intenção dela clicar e ler, porque se não é uma coisa que ela se sente bem, pra quê forçar né? Adorei o post!

    Beijos!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
  52. Concordo com você. Do que adianta a gente sair da "ditadura dos lisos" e acabar criando uma "ditadura do cacheado"? Se o cabelo é seu você tem que usá-lo como bem quiser.
    E realmente, aqueles alisantes do Netinho eram uó kkkk
    Beijos
    www.infinitafeminice.com.br

    ResponderExcluir
  53. Acho que você falou tudo Hellz, o importante é você ser feliz ~ e não se sentir pressionada a ser e a fazer o que a sociedade espera de você. Cada um na sua!

    ResponderExcluir
  54. Também tenho o cabelo cacheadão, não tenho mais progressiva, mas uso chapinha sempre porque me sinto linda com o cabelo liso e é isso que me faz bem. Mas também não tenho problema nenhum em sair na chuva e deixar que ele forme cachos, não tenho neurose.
    O importante é ser feliz sendo cacheada, crespa, lisa, amante de chapinha, de secador, de babyliss, de quimica,só seja feliz.
    Ótimo post, beijos ♥

    http://lesjoursdemarcela.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  55. Eu também tenho o cabelo cacheado e já passei muita merda nele. Estragou tanto que hoje optei por deixar ao natural, mas sonho com ele bem lisinho...

    Beijos
    Ruiva Cohen Store Blog

    ResponderExcluir
  56. Concordo plenamente contigo o que importa é que nós sejamos felizes
    http://retromaggie.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  57. Oieee!
    Concordo !!!
    Já fiz progressiva..mas amo meu cabelo do jeito que é,
    beijos

    http://diariodalulu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  58. MISS HELLZ IS ON THE HOUUUUUUUUUUUSE!
    Arrasou, Hellzoca paçoca!
    Eu sou totalmente adepta do: se te faz feliz, faça isso.
    Tem liso e quer liso? Lindo.
    Tem cacheado e quer cacheado? Lindo.
    Tem liso e quer cacheado? Lindo.
    Tem cacheado e quer liso? Lindo.
    Ou sejaaaaaaaaaa, be yourself, não importa quem você seja, com o que você se identifique.
    Apoio a sua campanha de ser quem você é porque é, não porque impuseram para você.
    :D

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  59. Wish i could understand this, all the Comments are great!

    lovely Greetings Hellz.

    ResponderExcluir
  60. acho que a grande questao é essa, antes tds eram alisadas agora tds sao cacheadas............ acho que cada um tem que fazer oq quiser e PRONTO!!!!!!!!!!!!!

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  61. Há dias que estou dependendo do meu 3G e não via hora de conseguir comentar nessa publicação. Então sua publicação resumiu a minha vida. Eu tenho cabelos cacheados.. Eu era a cachinhos dourado quando criança.. e adoro ele liso e inviso horrores para mante-los. e sempre fico chateada quando surge alguém dizendo que tenho que assumi-los ¬¬

    ResponderExcluir
  62. É DISSO QUE AMO, MULIER!
    Me identifiquei muito com seu texto, mas tenho vergonha de dizer o motivo porque muitas pessoas não entendem e/ou não sei me expressar bem verbalmente, mas enfim: você é demais. Concordo plenamente que você deve ser quem você quiser, usar o que você quiser e whatever o que o mundo acho que você deve fazer. Até porque a batalha diária é sua e não dele.
    Você precisa se sentir bem, usando chapinha ou não. Amo pessoas geniosas <3 Nossa, que tenso, hellz, transição capilar é terrível. Minhas amigas que passaram por isso só dizem tristezas sobre. Desculpas mas eu gargalhei alto de "Quase o Adamastor pitaco" AHSDOUASHDUOASHDUOASDH Ah mas se a gente for falar da sociedade, né? ô bad.
    "Resistência mesmo é lutar pelo que te faz feliz e faça com que você se sinta fiel a si mesma" <3
    Obrigada por mais uma impressão boa de você.
    Beeeijos

    https://utopianuvem.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  63. Textão, amei e super apoio. A gente tem que se sentir bem!
    Super me identifico porque eu sou cacheada, mas uso chapinha sim porque prefiro ele liso... Mas acho legal também como hoje estão focando em produtos para crespas e cacheadas. Mesmo os produtos do Netinho, como você mesma disse, eram alisantes, quase não tinha opção para quem queria cuidar bem e manter os cachos.
    E VIVA a nossa vontade própria.

    Estava sumidinha do blog, por isso nunca mais passei por aqui, mas agora estou de volta (Espero). Beijos!
    www.nandadoria.com.br

    ResponderExcluir
  64. Ai eu acho horrível essa de querer impor um padrão dizendo que está quebrando padrões. Acredita que as pessoas ficam me julgando achando que faço chapinha/escova? Aí ficam querendo me colocar "fora dos padrões". Também acho um uó você ir num encontro de blogueiras e as cacheadas fazerem cara feia pra você ::::; EU JURO QUE MEU CABELO É NATURAL, NÃO ME JULGA. Enfim, como diria a Pitty"seja você mesmo que seja estranho".

    Ah, e sim aquela foto é de como está meu cabelo atualmente :3

    www.vestindoideias.com

    ResponderExcluir
  65. Arrasou no texto, tenho várias amigas que são contra essa ditadura e eu também, acho que temos que usar o que nos faz bem.

    Beijos
    http://pimentasdeacucar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  66. Cada um sabe o que é melhor para si em questão de cabelo, nasci com o cabelo ondulado só que com bastante volume e meu sonho era alisar pra ele ficar de um jeito só para sempre, só que minha mãe nunca permitiu, até que descobri a chapinha e posso ficar com o cabelo bem parecido com o meu natural e sem volume. Eu acho cachos lindos, só que deve dar muito trabalho manter
    beijos
    lolamantovani.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  67. Eu sempre quis ter cabelo liso e ainda quero kkk até o momento só fiz selagem.
    Beijos

    Lily’s Nail
    Instagram @lilys_nail_

    ResponderExcluir
  68. Concordo plenamente e assino embaixo. O pessoal se livrou da escravidão da chapinha e agora querem escravizar quem quer continuar com chapinha?
    Pior é eu... tenho cabelo grisalho e fico pintando porque ainda estamos nessa mania boba que mulher nova com cabelo grisalho é feio :( u oh!!

    Bjinhos,
    ❥ AmigaDelicada.com.br

    ResponderExcluir
  69. Como eu me identifico com você, sério! POR ONDE VOCÊ ANDOU TODO ESSE TEMPO? POSSO SABERRRR???????????/
    A onda de ADEUS ESCRAVAS DA CHAPINHA está super em alta mesmo, embora isso tenha ajudado muitas pessoas que usavam a chapinha por serem descriminadas, atrapalhou um pouco a vida de quem gosta de ser escrava, como eu.
    Meu cabelo também sempre foi cacheado, e principalmente minha mãe e minha vó, veneram até hoje aqueles cachos desgrenhados que ela dizem ser perfeitos (não sei onde).
    Mesmo que eu não use nenhum tipo de alisamento, só a chapinha mesmo, ouço muita gente me falando SE ACEITE, DEIXE SEU CABELO COMO REALMENTE É, BLABLABLA
    Claro que tem dias que não tenho como evitar, fico com preguiça de chapar e acabo saindo em ele nipe juba de leão. E mesmo com tantos elogios, eu não gosto tanto de me ver assim... Não me sinto tão bem quanto eu me sinto quando estou com ele liso.
    Acho cachos incrivelmente lindos, mas não em mim.
    Então gente DEIXA NÓIX DANIFICAR NOSSAS JUBAS E SERMOS LIVRESSSSS PFVVRRRR
    hahahahahhaa
    Essa geraçao mimimi me cansa

    Beijosssss

    http://fogelolla.wixsite.com/fuja-da-lolla

    ResponderExcluir
  70. Fico feliz que você me entenda. Tenho os cabelos cacheados e não gosto. Não me identifico, não combinam comigo. Independente de moda, me vejo lisa.

    Chiquereza

    ResponderExcluir
  71. Hellz super concordo com você... se teus cachinhos dourados não te fazem feliz, taca chapinha neles... e foda-se o que os outros pensam ;)

    O importante é a gente se sentir bem.

    Beijoo !

    | O Blog Que Não é Blog |

    | Julinha e os Vídeos - Canal do Youtube |

    | Cadastre-se no Clixsense e Ganhe por Clicar em Links |

    ResponderExcluir
  72. Adorei seu post, e concordo. Meu cabelo é liso da raiz até a metade e a outra metade é ondulado, e confesso que não gosto muito, prefiro ele chapado, sem nenhuma ondulação, minha mãe vive reclamando, dizendo pra mim parar com a chapinha e o secador, mas nem ligo hahaha. Enfim, acho lindo cabelo cacheado nos outros, de verdade, mas comigo não funciona! Beijoooos

    https://sejaumunicornio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  73. Ei, migs! Eu concordo SUPER com você! Devemos ser felizes da maneira que nos achamos melhor, seja com nossos cachinhos ~de fábrica~, com o liso ~de cabeleireiro~ ou da forma que for! Quando era adolescente eu ODIAVA meu cabelo, todo cacheado enquanto os das minhas amigas e ídolas era liso... Mas minha mãe nunca me deixou alisar! Hoje, depois de muitos anos e meus hormônios ficarem ~de boinhas~, eu falo "ainda bem"! Meu cabelo ficou ondulado e não penso em alisar de forma definitiva NUNCA! :)

    Um beijo! ♥
    www.daniquedisse.com.br

    ResponderExcluir
  74. É isso ai amiga! Amei!
    Quando criança meu cabelo tinha lindos cachos, dai a mamis cortou e ele nunca mais foi o mesmo, desde então não paro de passar tinta nele! Fiquei p* da vida fazer o que, né? E não parei mais de fazer arte neles.
    Até o ano passado fazia chapinha todos os dias para ir a escola até que quando entrei em um novo colégio -como você sabe- conheci pessoas diferentes e me senti muito mais contável que antes... Agora meu cabelo começou a ter alguns cachos e quase nunca faço chapinha, me acostumei já e me sinto bem melhor!
    Amei tudo que escreveu!
    Beijuuu,
    Keth.
    Blog: www.parbataibooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  75. Esse post é tão importante, cara.Quero dizer, as pessoas generalizam muito né?Sei que há muito preconceito e tals com essas polêmicas, mas há pessoas que simplesmente querem mudar né? Enfim, é bom ter esse outro lado também :)

    Gostei muito do seu texto,flor.

    beeijão ^^

    http://www.carolhermanas.com.br/

    ResponderExcluir
  76. Sofro com cabelo danificado por químicas, agora estou em transição, a 8 meses. O problema é que odeio volume, rs! Só quero tirar toda a quimíca que o deixou ressecado e fraco, hidratar bem e pensar no que farei!

    Te entendo perfeitamente, o mais importante e gostar do cabelo, com chapinha, com cachos, não importa

    Beijos!

    EsmaltadasdaPatyDomingues

    ResponderExcluir
  77. HELLZZZZZZZZZZZZZ vc me representaaaaaaaaaaaaaaaaa. No caso meu cabelo é hiper liso, muito liso e fininho e tipo sempre foi muit invejado na minha época de criança até recentemente. Hoje em dia, eu vejo gente falando mal de mim por causa do meu cabelo!!!!!! kudhdkashdukhduhd tipo cara, é meu cabelo.... vc não tem absolutamente nada com ele. Ano passado passei no meio de uma manifestação na paulista saindo da faculdade e me deparei com cartazes "abaixo a chapinha", adivinha? Me deram empurrões.

    O mundo, as pessoas... estão um absurdo, se vc não segue a regra desses revolucionários que não se dizem ditadores sobre tendências do corpo e etc, você vira inimigo. zzzzzzzzzz anyway, como sempre um ótimo post. te amo

    bjs, Carol | Espilotríssimo
    http://carolespilotro.com/

    ResponderExcluir
  78. OI Hellz!
    AIII QUE TUDO! Eu adoro seus textos, sério mesmo.
    Quando criança eu também não curtia meus cachos, até o dia que cortei joãozinho. Só então passei a gostar, a me identificar com ele e me sentir bem. E isso que é o importante. Adorei o seu desabafo e acho que se é o liso que mais lhe agrada, você tem mesmo é que alisar e ser feliz :)
    Bjs

    EntreLinhas Fantásticas - SORTEIO STAR WARS NO NOSSO FACEBOOK

    ResponderExcluir
  79. Que post mais amor ♥ Sabe que eu fiz um dia um vídeo sobre minha transição capilar não ter dado certo porque eu achei que ia ter cachos mas me livrei do alisamento pra descobrir que meu cabelo é liso (?) e tive que deletar o vídeo de tanto deslike! O pessoal quer se livrar de uma ditadura do liso pra impor a ditadura do cabelo natural, quando a ideia é incentivar o uso do cabelo do jeito que tu quiser! Seja liso natural, liso de chapinha, cacheado, black poderoso, careca, o que te faz feliz e pronto. Enfim, amei este post!

    Beijão,
    Quase Mineira

    ResponderExcluir
  80. Cabelos cacheados ::::::: <3 http://www.tatycamposblog.com/2016/11/10-fatos-sobre-mim-bonus.html

    ResponderExcluir

Aqui é a área do BEING YOU e você tá com a palavra, hein? BORA!